Valor da imagem

Compra consciente – seu guia de compra
13 de setembro de 2017

Valor da imagem

Ano novo. Estação nova. Planos e projetos a serem executados. Novas perspectivas. Aniversário de 4 anos da Revista Bendita. Nossa! Quanta coisa boa para ser comemorada nesse início de 2016.

Aproveitando a deixa do ano novo, pensei em iniciar esta coluna com um convite especial a minha leitora. Ao invés de trazer um tema pronto, proponho construirmos juntos o conteúdo.

Porém, antes de iniciarmos, deixe-me esclarecer que não se trata de testes, pesquisas, desafios, certo ou errado. Considere um momento de diversão que, até poderá vir a contribuir com o seu autoconhecimento. Quem sabe!

 

Gosta da ideia! Então participe! Como?

Primeiro  – Reserve um tempo do seu dia. Pode nomeá-lo como – “meu momento”. A prática deste exercício acredito que fará bem a sua autoestima. Procure curtir. Relaxar a mente. Preparar-se para algumas reflexões pessoais que poderão ser reveladoras.

Preparadas? Vamos as perguntas:

1. Qual o nome de minha coluna na Revista Bendita?

Resposta :  Sua Imagem

Comentário: Muito fácil! Esta foi só um aquecimento. Agora vai começar de verdade. Seja honesta com suas respostas mas sem estresse ok – é para ser divertido.

 

2. Como é a minha imagem? O que transmito aos outros?

Resposta:  ……………………………………………………………………………………….

Dica: A imagem pessoal é a soma da aparência e o comportamento.

3. Como construo a primeira impressão de alguém? Quanto tempo é necessário para ter esta percepção?

Resposta: …………………………………………………………………………………………………………

Comentário: Através de julgamentos, avaliamos o que vemos e fazemos tudo isto em 30 segundos. Só temos 30 segundos para causar uma primeira impressão e como dizem por aí – “A primeira impressão é a que fica!”.

4. Qual é o meu estilo pessoal?

Comentário: Podemos ter até 2 estilos. Observe as imagens e compare as roupas e acessórios. Marque as com que se identifique e usaria e, que de alguma forma, corresponda ao seu gosto pessoal.

(  ) Tradicional

(  ) Elegante

(  ) Moderno

(  ) Romântico

(  ) Criativo

(  ) Natural e/ou Esportivo

(  ) Sexy

 

5. Quando olha para uma roupa, qual o tipo de peça que me atrai? Por quê?

Resposta: …………………………………………………………………………………………………

 

6. Qual a primeira coisa que me vem a cabeça em relação a peça escolhida?

(  ) Se ela está na moda

(  ) Se ela vai valorizar minha silhueta

(  ) Conforto

(  ) Preço

(  ) Outro: ………………

 

7. Eu me preocupo com o impacto que minha roupa vai causar aos olhos dos outros?

(  ) Sim (  ) Não

Por quê? ……………………………………………………………………………….

 

8. Quando vou me vestir, o quê considero importante na escolha das roupas?

(  ) Estar adequada para ocasião

(  ) Meu humor

(  ) Meu estilo pessoal

(  ) Praticidade e conforto

(  ) Sentir-me bonita

(  ) Outro: ……………….

 

9. O meu estilo de vestir está alinhado com o tipo de trabalho que faço?

(  ) Sim (  ) Não

Por quê? ……………………………………………………………………………….

 

10. Estou feliz com minha imagem no espelho?

(  ) Sim (  ) Não

Por quê?……………………………………………………………………………….

Comentário: Se a resposta for negativa, está na hora de virar o jogo a seu favor.  Por que você tem o direito de sentir-se bela com sua imagem atual -Aqui e Agora!

Dica: As vezes só de aplicar um batom diferente, o visual ganha um “UP”. Pode ser transformador. O colorido alegra o rosto e, consequentemente, altera o nosso humor para melhor. Experimente! Coragem! Aplica um batom bem lindo, faz um bocão, brinca, ri, … na frente do espelho.

 

O grande aprendizado dessas reflexões é buscar o autoconhecimento e conhecimento. Você tem o poder de causar uma boa impressão no outro, sempre que desejar. É comprovado cientificamente, através da HEURÍSTICA (julgamento), que: A IMAGEM pessoal, no que diz respeito a aparência visual, é MANIPULÁVEL.

Procure sair da zona de conforto, às vezes, ela pode ser nossa inimiga secreta, sabia? O conforto pode gerar acomodamento sem percebermos. Já pensou que perigo!  Não caia nesta armadilha.

 

Vale a pena lembrar que:

– Cuidar da imagem pessoal faz parte da história da humanidade. Não é nenhuma novidade. Na minha opinião, a diferença está nas proporções que ganhou a valorização da Imagem. Hoje, estar atento a aparência é importante em todos os aspectos da vida – pessoal, profissional e social.

– Estamos expostos a maior parte de nosso tempo. Imagine uma grande vitrine dupla – ao mesmo tempo que somos observados, estamos observando e julgando. Formando as nossas primeiras impressões. Este movimento faz parte de nosso cotidiano, dentro ou fora de casa. Estar conectados com o mundo, em tempo real, através da internet, já faz parte de nossa rotina. Dar uma espiada nas redes sociais já é quase um ritual no mundo contemporâneo. A postagem de selfs (registro da auto imagem de alguém) está na MODA. Tudo são evidências de o quanto nossa imagem está exposta.

 

Por fim, importante destacar que não estou abordando o contexto comportamental e nem fazendo juízo de valores quanto a caráter, competências ou beleza física.

 

Agora que sabes o poder que você tem em relação a sua imagem – explore! Saia causando boas impressões em todos os seus muitos primeiros encontros.

 

Márcia Nascente

Consultora de Imagem